Algum conteúdo deste aplicativo está indisponível no momento.
Se esta situação persistir, por favor entre em contato conoscoFale conosco & Contato
1. (WO2019046917) MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO
Nota: O texto foi obtido por processos automáticos de reconhecimento ótico de caracteres.
Para fins jurídicos, favor utilizar a versão PDF.

REIVINDICAÇÕES

1 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, caracterizado pelo fato de ser um imobilizador ortopédico transpirável provido de uma camada de matriz polimérica que possui a seguinte composição:

• Polímero aglutinante rígido: 30 a 100 %

• Polímero reforçante: 20 a 50 %

• Polímero aglutinante macio: 0,001 a 30 %

E materiais têxteis acoplados como sendo um nãotecido spunlaced 100 % Poliéster com tratamento impermeabilizante e aditivação antimicrobiana e um tecido plano de poliéster e/ou algodão.

2 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado pelo fato de que, preferencialmente, a matriz polimérica apresenta a seguinte composição:

• Entre 30% e 100% em peso de Poliuretano termoplástico poliéster e/ou poli(epsílon)-caprolactona com um peso molecular médio de 80.000 g/mol e entre 20% e 50% em peso de policarbonato e/ou tereftalato de polietileno e entre 0,001 % e 30% em peso de copolímero de acetato de vinila-etileno.

3 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, caracterizado pelo fato de que os polímeros termoplásticos da matriz polimérica são selecionados do grupo TPU (Poliuretanos Termoplásticos de baixo ponto de fusão), PCL (Policaprolactona ou demais Poliésteres Termoplásticos de baixo ponto de fusão), EVA (Etileno Vinil Acetato), Resinas lonoméricas base olefinas, PET ( Polietileno Tereftalato), PVC (Policloreto de Vinila), PC (Policarbonato), Poliestirenos (cristal e alto impacto), ABS (Acrilonitrila Butadieno Estireno), SBS (Estireno Butadieno Estireno), SBR (Estireno Butadieno), EPDM (Etileno Propileno Dieno)

4 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado pelo fato de que, preferencialmente, o nãotecido seja um spunlaced de 10 a 120 g/m2 100 % Poliéster com tratamento impermeabilizante e com aditivação antimicrobiana.

5 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado pelo fato de que os nãotecidos são selecionados do grupo Poliéster, Viscose, Poliamida e de outras fibras têxteis sintéticas.

6 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado pelo fato, de que, preferencialmente, o tecido seja uma tela de 10 a 120 g/m2 100 % poliéster e/ou algodão.

7 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, de acordo com a reivindicação 1 , caracterizado pelo fato de que os tecidos são selecionados do grupo Algodão, linho, cânhamo e de outras fibras naturais.

8 - MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA USO VETERINÁRIO, caracterizado pelo fato de que pode ser fabricado com os seguintes arranjos:

• Nãotecido + Camada de Matriz Polimérica + Nãotecido

• Nãotecido + Camada de Matriz Polimérica + Tecido

• Nãotecido + Camada de Matriz Polimérica

• Tecido + Camada de Matriz Polimérica

• Tecido + Camada de Matriz Polimérica + Tecido