Traitement en cours

Veuillez attendre...

Paramétrages

Paramétrages

Aller à Demande

1. PT1535248 - ARRANGEMENT FOR HANDLING BANKNOTES AND/OR OTHER DOCUMENTS

Note: Texte fondé sur des processus automatiques de reconnaissance optique de caractères. Seule la version PDF a une valeur juridique

[ PT ]
DESCRIÇÃO
“Disposição para manusear notas bancárias e/ou outros
documentos”
O presente invento refere-se a uma disposição para manusear notas bancárias e/ou outros documentos.
Mais em particular, o invento refere-se a uma tal disposição do tipo que compreende um carregador que contém uma pluralidade de bolsas de carregador, estando cada uma das ditas bolsas disposta para receber apenas uma nota bancária ou outro documento na mesma e tendo, numa extremidade da mesma, uma abertura de entrada e saída combinada através da qual uma nota bancária ou outro documento pode ser alimentada para a bolsa ou extraída da bolsa e estando cada uma das ditas bolsas provida de meios para segurar de um modo que pode ser liberta uma nota bancária ou outro documento alimentado para a bolsa no interior da mesma, compreendendo a dita disposição também uns meios de accionamento controláveis para o carregador, por meio dos quais uma bolsa de carregador que pode ser escolhida pode ser colocada com a sua dita abertura em frente de pelo menos uma estação de entrada e/ou saída situada adjacente ao carregador, e meios de alimentação para alimentar de um modo controlado uma nota bancária ou outro documento para, ou extrair de um modo controlado uma nota bancária ou outro documento de, uma bolsa colocada em frente da dita estação.
Uma disposição do dito tipo, destinada especialmente a manusear notas bancárias em bancadas de dinheiro ou semelhantes, é conhecida anteriormente através do documento SE-C2508152. Contudo, na prática, esta disposição conhecida apresenta manifestas desvantagens. Em primeiro lugar, determinou-se que o movimento de uma bolsa escolhida do carregador para uma posição em frente de uma estação de entrada e/ou saída não pode ser efectuado a uma velocidade suficiente para permitir que uma pluralidade de notas bancárias seja alimentada para o, ou extraída do, carregador a um ritmo muito rápido. Em segundo lugar, também foi determinado que o número possível de bolsas no carregador é de longe muito limitado para cumprir os requisitos existente actualmente em relação ao número total de notas bancárias que o carregador deveria ser capaz de conter.
O documento US 6 213 310 A descreve um carregador de nota bancária disposto para permitir que as notas bancárias sejam alimentadas e extraídas do carregador uma a uma e um dispositivo de memória para armazenar informação actualizada de um modo contínuo relativamente ao conteúdo do carregador. O carregador de nota bancária tem um tambor que pode rodar de um modo controlado, contendo uma pluralidade de compartimentos de carregador separados, formados por bolsas semelhantes a sectores, cada uma das quais a prolongar-se numa direcção geralmente radial para o tambor a partir de uma abertura situada na periferia do tambor. Através da rotação do tambor, um compartimento de carregador que pode ser escolhido pode ser colocado com a sua abertura em frente de uma estação de entrada e/ou saída a fim de permitir uma entrada de uma nota bancária para o, ou uma saída de uma nota bancária do, dito compartimento por um dispositivo de entrada e saída, situado no interior do compartimento de carregador e que serve também para segurar uma nota bancária alimentada para o compartimento de carregador.
O invento tem por seu fim proporcionar uma disposição aperfeiçoada do tipo inicialmente especificado em que as desvantagens acima podem ser eliminadas.
A disposição de acordo com o invento proposta para o dito fim é caracterizada principalmente por os ditos meios para segurar de cada bolsa de carregador compreenderem pelo menos um par de meios de aperto flexíveis de modo resiliente que têm porções de aperto situadas na, ou perto da, dita abertura e móveis em relação umas às outras entre, por um lado posições de aperto, nas quais estão dispostas para encostar de modo resiliente contra lados mutuamente opostos de uma nota bancária ou outro documento alimentado para a bolsa e por outro lado posições de libertação, nas quais permitem uma entrada sem obstrução de uma nota bancária ou outro documento para a, ou uma saída sem obstrução de uma nota bancária ou outro documento da, bolsa por meio dos ditos meios de alimentação que consistem nos meios de alimentação proporcionados na dita estação.
O invento torna possível de uma maneira favorável evitar as substanciais restrições em relação à possível taxa de alimentação de notas bancárias para o, ou extracção de notas bancárias do, carregador bem como em relação ao possível número de bolsas no carregador que existem na disposição conhecida e são provocadas pelo facto dos meios para segurar serem formados por rolos de alimentação separados proporcionados em cada bolsa de carregador individual e que dá origem a um elevado momento de inércia total do carregador e adicionalmente resulta nas bolsas terem inevitavelmente uma espessura comparativamente elevada nas suas extremidades providas das ditas aberturas. A utilização proposta de meios para segurar da constelação definida acima torna possível confiar nos meios de alimentação proporcionados na estação de entrada e/ou saída e abster-se de utilizar quaisquer meios de alimentação separados em cada bolsa individual. Em conformidade, para umas dadas dimensões totais do carregador, será possível obter-se uma considerável redução do momento de inércia total do carregador enquanto simultaneamente se reduz a espessura das bolsas de carregador e por isso se aumenta substancialmente o número de bolsas de carregador. Além disso, o invento também resulta numa considerável redução dos custos de fabrico para cada bolsa de carregador individual bem como para a disposição como um todo.
De acordo com uma concretização preferida do invento, a disposição pode compreender meios de excêntrico proporcionados na dita estação e as porções de aperto de uma bolsa de carregador colocadas em frente da estação podem ser capazes de engatar os ditos meios de excêntrico e deslocaremse a partir das suas posições de aperto para as suas posições de libertação através de um deslocamento relativo limitado da dita bolsa e dos ditos meios de excêntrico numa direcção de afastamento um do outro.
Neste caso, os ditos meios de excêntrico podem ser montados em posições estacionárias, ao passo que cada bolsa de carregador é montada de um modo móvel no carregador para movimento limitado controlável do mesmo entre, por um lado uma posição de extremidade interna retraída e por outro lado uma posição de extremidade externa, na qual sobressai a partir do resto do carregador e para a qual se pode deslocar temporariamente quando é colocada em frente da dita estação.
De um modo alternativo, os ditos meios de excêntrico podem contudo, em vez disso ser montados para movimento limitado dos mesmos em direcção ao carregador, ao passo que as bolsas de carregador são montadas de um modo estacionário no carregador.
O carregador pode consistir de preferência num tambor de carregador rotativo que contém uma pluralidade de bolsas de carregador semelhantes a sectores.
De acordo com uma concretização favorável do invento, a disposição pode compreender um sensor que, quando uma nota bancária ou outro documento é alimentado para uma bolsa de carregador colocada em frente de uma estação de entrada e tendo as suas porções de aperto situadas nas suas posições de libertação devido a um engate com os ditos meios de excêntrico, está disposto para detectar quando a extremidade traseira da dita nota bancária ou outro documento alcança uma predeterminada posição e em seguida acciona um movimento relativo da dita bolsa e dos ditos meios de excêntrico numa direcção de afastamento um do outro e simultaneamente adapta a velocidade à qual os meios de alimentação tendem a alimentar a dita nota bancária ou outro documento à velocidade do dito movimento relativo da dita bolsa e dos ditos meios de excêntrico numa direcção de afastamento um do outro.
Os meios de alimentação podem compreender de preferência pelo menos um par de rolos ou cilindros que podem rodar de um modo controlado proporcionados na dita estação e dispostos para encostar contra lados mutuamente opostos de uma nota bancária ou outro documento inserido entre os mesmos.
Abaixo, o invento é descrito em maior pormenor com referência aos desenhos em anexo, nos quais:
a figura 1 mostra um vista em perspectiva parcialmente explodida de uma disposição de acordo com uma concretização do invento escolhida apenas a título de exemplo;
a figura 2 mostra um alçado lateral, em corte, da dita disposição;
a figura 3 mostra uma vista em perspectiva de um tambor de carregador que pode rodar de um modo controlado que faz parte da disposição, sendo mostradas apenas algumas de um grande número de bolsas de carregador contidas no dito tambor;
a figura 4 mostra uma vista em perspectiva explodida de uma das bolsas de carregador;
a figura 5 é uma vista em corte parcial que corresponde à figura 2 e numa escala ampliada, que mostra uma bolsa de carregador, colocada em frente de uma estação de entrada da disposição, numa posição de extremidade interna; e
a figura 6 é uma vista parcial correspondente, que mostra a dita bolsa de carregador numa posição de extremidade externa.
A disposição mostrada nos desenhos constitui uma disposição de manuseamento de nota bancária, destinada principalmente a ser utilizada com uma máquina registadora numa loja ou semelhante. Contudo, também pode ser utilizada noutros contextos, por exemplo, numa máquina de pagamento.
A disposição compreende os seguintes componentes principais, nomeadamente uma mesa receptora de nota bancária 10, um leitor de nota bancária 11, uma unidade de transportador 12, um carregador de nota bancária 13, um dispositivo de entrada de nota bancária 14 e um dispositivo de saída de nota bancária 15.
O carregador 13 consiste num tambor de carregador geralmente cilíndrico que pode rodar de um modo controlado por meio de um motor de accionamento eléctrico 16 e uma transmissão de correia dentada 17 e o qual contém um grande número de bolsas de carregador 18 semelhantes a sectores, montadas para movimento limitado numa direcção radial entre duas peças laterais 19. Como pode ser melhor observado a partir da figura 4, cada bolsa de carregador 18 é formada por dois elementos opostos 20, cada um compreendendo uma porção principal 21 tipo placa geralmente rectangular e duas flanges laterais 22 e 23, que se prolongam ao longo dos bordos longitudinais da dita porção principal. Nas ditas flanges, os dois elementos 20 estão providos de meios de encaixe à pressão 24 e 25, respectivamente, para segurar os ditos elementos juntos em posição nas quais formem um espaço que receba uma nota bancária entre os mesmos.
Na sua extremidade radialmente externa, cada bolsa de carregador 18 tem uma abertura de saída e entrada combinada 26, através da qual uma nota bancária pode ser alimentada para a bolsa ou extraída da bolsa. Além disso, adjacente à abertura 26, cada bolsa 18 está provida de meios para segurar que funcionam como meios de aperto resiliente e servem para segurar uma nota bancária alimentada para a bolsa de um modo que pode ser liberto no interior da mesma. Estes meios que seguram são formados por uma pluralidade de dedos flexíveis de modo resiliente 27, proporcionados na porção principal 21 de cada elemento 20 e tendo porções de aperto 27', situadas na, ou perto da, abertura 26 e móveis relativamente umas às outras entre por um lado posições de aperto, nas quais estão dispostas para encostarem de modo resiliente contra lados mutuamente opostos de uma nota bancária alimentada para a bolsa 18, e por outro lado posições de libertação, nas quais permitem uma entrada sem obstrução de uma nota bancária para a, ou uma saída de uma nota bancária da, bolsa 18 por meio do dispositivo de alimentação 14. Estão dispostos dedos 27 de uma tal maneira que, quando não afectados e quando não tenha sido inserida qualquer nota bancária na bolsa, as porções de aperto 27' dos dedos de um elemento 20 podem projectar-se um comprimento curto para os espaços livres que existem entre as porções de aperto dos dedos do outro elemento 20.
A fim de permitir um movimento radial limitado das bolsas de carregador 18, nos seus lados voltados para as peças laterais 19, as bolsas estão providas de pinos guia 29 que se projectam para ranhuras guia que se prolongam radialmente 28 nas peças laterais. Além disso, numa sua extremidade, cada bolsa de carregador está provida de uma lingueta resiliente 30 por meio da qual normalmente pode ser mantida numa posição retraída radialmente interna.
Quando uma nota bancária se destina a ser alimentada para a disposição descrita acima é colocada sobre a mesa 10, após o que é inserida no leitor de nota bancária 11. Após uma verificação da validade da nota bancária e uma determinação do valor da nota bancária efectuada no dito leitor, a nota bancária é transferida pela unidade de transportador 12 para o dispositivo de entrada 14 que forma uma estação de entrada situada adjacente ao carregador e onde a nota bancária pode ser alimentada para uma bolsa de carregador escolhida não ocupada 18.
A fim de provocar a operação de entrada, após ter sido colocada em frente do dispositivo de entrada 14, a bolsa de carregador escolhida 18 é accionada por meio de um dispositivo de accionamento alimentado electricamente 31 que liberta a lingueta 30 e através do engate com um dos pinos guia 29 desloca a bolsa de carregador da sua posição de extremidade interna mostrada na figura 5 para uma posição de extremidade externa que sobressai mostrada na figura 6. Durante este movimento da bolsa 18, as porções de aperto 27' dos dedos 27 engatam nos meios de excêntrico 32 do dispositivo 14 os quais deslocam as ditas porções de aperto a partir das suas posições de aperto prévias para posições de libertação espaçadas.
Por meio de dois rolos de alimentação que podem rodar de modo controlado 33, que fazem parte do dispositivo de entrada 14 e que estão dispostos para encostar contra lados mutuamente opostos de uma nota bancária inserida entre os ditos rolos, a nota bancária pode em seguida ser inserida na bolsa 18 sem ser prejudicada por porções de aperto 27' dos dedos 27. Um sensor electro-óptico 34 detecta quando a nota bancária alcançar uma predeterminada posição na qual a sua extremidade traseira se aproxima dos rolos 33. Quando isto acontece, o dispositivo de accionamento 31 é obrigado a iniciar um movimento de retorno da bolsa 18. De um modo simultâneo, a velocidade à qual os rolos 33 tendem a alimentar a nota bancária é adaptada à velocidade à qual a bolsa 18 se desloca numa direcção radial para o tambor de carregador. Em seguida as porções de aperto 27' são afastadas dos meios de excêntrico 32 e induzidas a contacto resiliente com lados mutuamente opostos da nota bancária a fim de em seguida segurar a nota bancária numa tal posição dentro da bolsa 18 que a nota bancária irá projectar-se da bolsa com uma curta porção traseira da mesma. Quando a bolsa tiver retornado para a sua posição de extremidade interna, a disposição está pronta para permitir uma inserção de outra nota bancária na mesma.
O dispositivo de saída 15 forma uma estação de saída adjacente ao carregador 13 onde notas bancárias podem ser extraídas do carregador uma a uma.
Quando uma bolsa que pode ser escolhida 18 for colocada em frente do dispositivo de saída 15, pode ser efectuada uma operação de saída de uma maneira inversa em relação à entrada descrita de uma nota bancária na estação de entrada. A fim de facilitar um movimento de uma bolsa de carregador 18 colocada em frente do dispositivo de saída 15 numa direcção radial, é proporcionado um dispositivo de accionamento alimentado electricamente 35 o qual funciona da mesma maneira que o dispositivo 31. O dispositivo de saída inclui rolos de alimentação controláveis 36 e um sensor electro-óptico 37.
A disposição também compreende uma unidade de monitorização e controlo, não mostrada nos desenhos, em que informação relativamente ao conteúdo do carregador é continuamente armazenada como informação individual relativamente ao conteúdo de cada bolsa de carregador individual. Informação sobre a denominação de uma nota bancária alimentada para o carregador é fornecida à dita unidade a partir do leitor de nota bancária 11, enquanto a informação sobre a identidade de uma bolsa de carregador num dado momento colocada em frente do dispositivo de entrada 14 ou dispositivo de saída 15 é fornecida à dita unidade a partir de um sensor, não mostrado, que coopera com meios de código 38 do carregador.
O invento não está limitado à concretização descrita acima e mostrada nos desenhos. Em vez disso, são possíveis muitas outras concretizações dentro do âmbito do invento como definido nas seguintes reivindicações. A título de exemplo, pode ser mencionado que a disposição não necessita de estar necessariamente provida de dispositivos de entrada e saída separados mas em vez disso pode ser provida de um dispositivo de entrada e saída combinado. Além disso, deve ser notado que a disposição pode ser concebida para manusear outros documentos além de notas bancárias. Finalmente, poderia ser mencionado que o carregador não necessita de consistir num tambor rotativo. Em vez disso, pode consistir por exemplo num carregador alongado que é montado para movimento rectilíneo na sua direcção longitudinal.
Lisboa,