WIPO logo
Mobile | Deutsch | English | Español | 日本語 | 한국어 | Português | Русский | 中文 | العربية |
PATENTSCOPE

Recherche dans les collections de brevets nationales et internationales
World Intellectual Property Organization
Recherche
 
Options de navigation
 
Traduction
 
Options
 
Quoi de neuf
 
Connexion
 
Aide
 
maximize
Traduction automatique
1. (WO2018018108) PROCÉDÉS ET DISPOSITIFS DESTINÉS À FACILITER LES MANOEUVRES DE PRÉCISION POUR DES VÉHICULES AUTOMOBILES
Note: Texte fondé sur des processus automatiques de reconnaissance optique de caractères. Seule la version PDF a une valeur juridique

REIVINDICAÇÕES

1 . MÉTODO PARA AUXILIO EM MANOBRAS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES utilizado para prover instruções que auxiliam o usuário a executar manobras de interesse caracterizado por compreender as seguintes ações:

Receber uma indicação de início de execução da manobra;

Receber informações de meios para medir deslocamentos do veículo;

Calcular as referidas instruções de forma que a manobra seja realizada através de deslocamentos relativos a posição do veículo no início da execução da manobra;

Utilizar, na realização do referido cálculo das instruções, informações que compreendem informações provenientes dos referidos meios para medir deslocamentos do veículo e um conjunto de informações associadas as referidas manobras de interesse;

Onde os referidos meios usados para medir deslocamentos do veículo compreenderem meios para medir a distância percorrida pelo veículo ou meios para medir a distância percorrida por pelo menos uma roda do veículo;

2. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por os referidos meios usados para medir deslocamentos do veículo consistirem em meios para medir a distância percorrida por uma roda do veículo.

3. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por utilizar, como meios para medir deslocamentos do veículo, pelo menos uma unidade de medição de movimento (1 1 1 );

Onde a referida unidade de medição (1 1 1 ) é adaptada para medir deslocamentos realizados pelo veículo, e é capaz de realizar comunicação sem fio;

Sendo a referidas unidade de medição (1 1 1 ) construída compreendendo essencialmente uma das seguintes alternativas:

a) Leitor de porta OBD de veículos automotores;

b) Sensor de velocidade de roda convencional;

c) Um conjunto de sensores que compreende:

- pelo menos dois sensores de aceleração; ou

- pelo menos um sensor giroscópio; ou

- pelo menos um sensor de aceleração e pelo menos um sensor giroscópio.

4. Método de acordo com a reivindicação 1 , utilizado adicionalmente para realizar avaliação de vagas para estacionar caracterizado por utilizar um dos métodos de acordo com as reivindicações 23 ou 24.

5. Método de acordo com a reivindicação 1 , utilizado adicionalmente para realizar avaliação de vagas para estacionar caracterizado por:

Utilizar um dos métodos de acordo com as reivindicações 23 ou 24;

Utilizar, adicionalmente, as informações obtidas através do processo de avaliação de vagas, no cálculo das instruções que serão fornecidas para o usuário

6. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por permitir que, durante a execução de uma manobra, o usuário interaja com o referido método fornecendo informações que serão utilizadas adicionalmente nos cálculos para prover instruções para executar a referida manobra.

7. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

Permitir que, durante a execução de uma manobra, o usuário interaja com o referido método fornecendo informações que serão utilizadas adicionalmente nos cálculos para prover instruções para executar a referida manobra;

Onde a referida interação com o usuário é realizada através de perguntas (120) que são realizadas durante a execução da manobra;

Sendo a apresentação das perguntas e o recebimento das respostas do usuário realizados através de uma interface homem-máquina.

8. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por detectar uma mudança na direção do movimento do veículo, e utilizar a referida detecção adicionalmente nos cálculos para prover instruções para executar a manobra.

9. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por

O conjunto de informações utilizadas para calcular as instruções ser desprovido de meios para mapear o ambiente;

Onde os referidos meios para mapear ambiente consistem em quaisquer combinações de sensores de distância a obstáculos e câmeras de vídeo;

10. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

Utilizar informações provenientes de um conjunto de meios para medir deslocamentos do veículo que permitem calcular a proa do referido veículo;

Receber uma indicação para definir uma proa de referência;

Definir o valor para uma proa de referência baseado nas medidas dos meios para medir deslocamentos do veículo no momento do recebimento da referida indicação para definir proa de referência;

Usar a referida proa de referência no cálculo das instruções que serão fornecidas para o usuário para executar uma manobra de interesse.

1 1 . Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

Utilizar como meios para medir deslocamentos do veículo pelo menos um dispositivo que apresenta um conjunto de sensores que compreende:

- uma pluralidade de sensores de aceleração; ou

- uma pluralidade de sensores giroscópios; ou

- uma pluralidade de sensores de aceleração e uma pluralidade de sensores giroscópios;

Onde o referido dispositivo é capaz de realizar comunicação sem fio, e é disposto na roda do veículo ou em qualquer elemento que esteja conectado a referida roda de forma a apresentar deslocamento angular proporcional ao da referida roda;

Identificar o eixo de rotação do dispositivo de medição baseado nas informações providas pelos sensores do referido dispositivo.

Calcular o deslocamento angular do dispositivo em relação ao eixo identificado;

Estimar a distância percorrida pela roda através do deslocamento angular em relação ao eixo identificado;

Onde o método estima o eixo de rotação do dispositivo como um eixo perpendicular a resultante das acelerações em diferentes eixos providas pelo dispositivo; ou como um eixo paralelo a resultante das velocidades angulares em diferentes eixos providas pelo dispositivo.

12. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

O conjunto de informações associadas a manobra compreender:

- informações da referida manobra quebrada em etapas;

- informações sobre os comandos que devem ser utilizados em cada uma das referidas etapas; e

- a distância que deve ser percorrida durante cada etapa;

Ao receber uma indicação de início de execução de uma manobra, o método apresenta os comandos que devem ser utilizados em cada etapa que compõem a referida manobra;

A determinação do final de cada etapa sendo realizada quando o veículo percorre a distância definida para a etapa.

13. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

O conjunto de informações associadas a manobra compreender:

- informações da referida manobra quebrada em etapas;

- informações sobre os comandos que devem ser utilizados em cada uma das referidas etapas; e

- um conjunto de parâmetros governantes para cada uma das referidas etapas, que consiste nos parâmetros podem definir o final da referida etapa;

Ao receber uma indicação de início de execução de uma manobra, o método apresenta as instruções associadas as etapas que compõem a referida manobra;

A determinação do fim de uma etapa em andamento é realizada em função do conjunto de parâmetros governantes associado a referida etapa.

14. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

O conjunto de informações associadas a manobra compreender:

- informações da referida manobra quebrada em etapas;

- informações sobre os comandos que devem ser utilizados em cada uma das referidas etapas; e

- um conjunto de parâmetros governantes para cada uma das referidas etapas, que consiste nos parâmetros podem definir o final da referida etapa;

Ao receber uma indicação de início de execução de uma manobra, o método apresenta as instruções associadas as etapas que compõem a referida manobra;

A determinação do fim de uma etapa em andamento é realizada em função do conjunto de parâmetros governantes associado a referida etapa;

Onde o conjunto de parâmetros governantes associado a cada etapa compreendem combinações dos seguintes elementos:

a) Proa: onde a variação do ângulo de proa determina o fim da etapa;

b) Distância percorrida: onde a distância percorrida determina o fim da etapa;

c) Mudança de direção: onde a detecção da mudança de direção do movimento do veículo determina o fim da etapa;

d) Definido pelo usuário: onde uma indicação fornecida pelo usuário através de uma interface homem-máquina determina o fim da etapa.

15. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

Receber informações de sensores de obstáculos convencionais instalados na dianteira ou traseira do veículo;

Utilizar adicionalmente as informações provenientes dos referidos sensores de obstáculos para calcular as instruções.

16. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por:

Utilizar informações provenientes de um conjunto de meios para medir deslocamentos do veículo que permitem calcular a distância percorrida e o ângulo de proa do referido veículo;

Calcular uma posição estimada do volante de direção baseado nos seguintes parâmetros:

- razão entre a variação do ângulo de proa e a variação da distância percorrida obtida a partir do conjunto de informações associadas as referidas manobras;

- razão entre a variação do ângulo de proa e a variação da distância percorrida obtida utilizando as leituras dos meios para medir distância percorrida e dos meios para medir ângulo de proa;

- posição de volante recomendada para a etapa, obtida a partir do conjunto de informações associadas as referidas manobras;

Apresentar para o usuário a referida posição de volante estimada e a referida posição de volante recomendada para a etapa.

17. Método de acordo com a reivindicação 1 caracterizado por

Receber adicionalmente informações provenientes de meios para medir posição do volante;

As instruções que auxiliam o usuário a executar uma dada manobra de interesse compreenderem:

- informar uma posição de volante meta (PVM), que consiste na posição de volante que deve ser utilizada durante a execução da etapa baseado nas

informações contidas no conjunto de informações associadas a manobra; e

- informar a posição do volante atual (PVA), que consiste nos valores proveniente dos meios para medir posição do volante.

18. MÉTODO PARA GRAVAR MANOBRAS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, projetado de modo a construir bases de dados que podem ser utilizados por qualquer dos métodos apresentados em qualquer uma das reivindicações 1 a 17, baseado na gravação de dados obtidos através de uma execução de uma manobra de interesse, utilizando um veículo dotado de meios para medir deslocamentos do referido veículo, sendo a execução da manobra de interesse quebrada em etapas caracterizado por compreender as seguintes ações:

a) Receber indicações relativas ao início e final de cada etapa; b) Gravar leituras dos meios para medir deslocamentos do veículo associadas a cada etapa; onde as referidas leituras são realizadas pelo menos no início e fim da etapa;

c) Para cada etapa, receber e gravar um conjunto de comandos necessários para realizar a referida etapa;

19. Método de acordo com a reivindicação 18 caracterizado por

compreender adicionalmente o seguinte passo:

Para cada etapa, receber e gravar um conjunto de parâmetros governantes para a referida etapa, onde o referido conjunto de parâmetros governantes consiste nos parâmetros que são utilizados para definir o final da referida etapa;

Onde o referido conjunto de parâmetros governantes associado a cada etapa pode compreender combinações dos seguintes elementos:

a) Proa: onde a variação do ângulo de proa determina o fim da etapa;

b) Distância percorrida: onde a distância percorrida determina o fim da etapa;

c) Mudança de direção: onde a detecção da mudança de direção do movimento do veículo determina o fim da etapa;

d) Definido pelo usuário: onde uma indicação fornecida pelo usuário através de uma interface homem-máquina determina o fim da etapa.

20. Método de acordo com a reivindicação 18 caracterizado por o conjunto de comandos necessários para realizar as etapas e as indicações relativas ao início e final de etapa serem obtidas através de uma interface homem-máquina.

21 . MÉTODO PARA AUXILIO EM AJUSTE DE PROA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES para ser utilizado em veículos providos de meios para medir o ângulo de proa do referido veículo, caracterizado por compreender as seguintes ações:

Receber sinais dos meios utilizados para medir o ângulo de proa do veículo; Receber uma indicação de uma proa de referência;

Informar o usuário sobre a variação de proa com relação a proa de referência indicada.

22. Método de acordo com a reivindicação 21 caracterizado por informar o usuário sobre a variação de proa com relação a proa de referência indicada através das possíveis combinações das alternativas a seguir:

Emitir um aviso sempre que a variação do ângulo de proa do veículo com relação a proa de referência indicada for suficientemente próximo de um valor de proa meta ou determinados múltiplos do referido valor de proa meta;

Apresentar para o usuário a variação do ângulo de proa do veículo em relação a proa de referência indicada.

23. MÉTODO PARA MEDIR VAGAS DE ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES caracterizado por compreender as seguintes ações:

Receber informações relacionadas ao tamanho da vaga necessária para estacionar o veículo;

Receber informações de meios para medir deslocamentos do veículo;

Receber uma indicação de início da avaliação; e

Baseado nas informações providas pelos meios para medir deslocamentos do veículo e nas informações relacionadas ao tamanho da vaga emitir avisos para orientar o motorista sobre o grau de conveniência da vaga; opcionalmente, o método pode receber uma indicação informando o final da vaga.

24. MÉTODO PARA MEDIR VAGAS DE ESTACIONAMENTO PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES caracterizado por compreender as seguintes ações:

Receber informações de meios para medir deslocamentos do veículo;

Receber uma indicação de início da avaliação;

Receber uma indicação de fim da avaliação; e

Baseado na distância percorrida entre as indicações de início e fim da avaliação calcular o tamanho da vaga.

25. Método de acordo com a reivindicações 23 ou 24 caracterizado por as indicações recebidas, relativas ao início ou fim da avaliação, serem realizadas através de uma interface homem-máquina.

26. MÉTODO PARA IMPLEMENTAR SISTEMAS DE AUXILIO EM MANOBRAS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES caracterizado por compreender as seguintes ações:

Utilizar uma unidade de processamento e interface homem-máquina (1 10), capaz de realizar comunicação sem fio;

Utilizar pelo menos uma unidade de medição (1 1 1 ), adaptada para medir deslocamentos realizados pelo veículo, e capaz de realizar comunicação sem fio;

A referida unidade de processamento e interface (1 10) realizar comunicação sem fio com a unidade de medição (1 1 1 );

A referida unidade de processamento e interface (1 10) utilizar os dados recebidos da unidade de medição (1 1 1 ) para executar um processo que auxilia o usuário a realizar manobras;

Sendo as referidas unidades de medição (1 1 1 ) construídas compreendendo essencialmente uma das seguintes alternativas:

a) Leitor (15) de porta OBD de veículos automotores;

b) Sensor (61 ) de velocidade de roda convencional;

c) Um conjunto de sensores (80) que compreende:

- pelo menos dois sensores de aceleração; ou

- pelo menos um sensor giroscópio; ou

- pelo menos um sensor de aceleração e pelo menos um sensor giroscópio.

27. Método de acordo com a reivindicação 26 caracterizado por o referido processo que auxilia o usuário a realizar manobras consistir em um dos métodos apresentados em qualquer uma das reivindicações 1 a 24.

28. SISTEMA PARA AUXILIO EM MANOBRAS PARA VEÍCULOS

AUTOMOTORES, utilizado para prover instruções que auxiliam o usuário a executar manobras de interesse, caracterizado por compreender:

Uma unidade de processamento e interface homem-máquina (1 10), capaz de realizar comunicação sem fio;

Pelo menos uma unidade de medição (1 1 1 ), adaptada para medir deslocamentos realizados pelo veículo, e capaz de realizar comunicação sem fio;

A referida unidade de processamento e interface (1 10) realizar comunicação sem fio com a unidade de medição (1 1 1 );

Os dados recebidos através da referida comunicação serem utilizados pela referida unidade de processamento e interface para executar um processo que auxilia o usuário a realizar manobras;

Sendo as referidas unidades de medição (1 1 1 ) construídas compreendendo essencialmente uma das seguintes alternativas:

a) Leitor de porta OBD de veículos automotores;

b) Sensor de velocidade de roda convencional;

c) Um conjunto de sensores que compreende:

- pelo menos dois sensores de aceleração; ou

- pelo menos um sensor giroscópio; ou

- pelo menos um sensor de aceleração e pelo menos um sensor giroscópio.

29. Sistema de acordo com a reivindicação 28 caracterizado por a referida unidade de processamento e interface utilizar um dos métodos apresentados em qualquer uma das reivindicações 1 a 24 para auxiliar o usuário a realizar manobra.

30. Sistema de acordo com a reivindicação 28 caracterizado por:

Apresentar pelo menos um dispositivo de medição de movimento conforme reinvindicações 37 a 39;

Os referidos dispositivos de medição de movimento serem dispostos na roda do veículo ou em qualquer elemento que esteja conectado a referida roda de forma a apresentar deslocamento angular proporcional ao da referida roda;

A unidade de processamento e interface homem-máquina consistir em um dispositivo móvel.

31 . Sistema de acordo com a reivindicação 28 caracterizado por a unidade de processamento e interface homem-máquina (1 10) receber adicionalmente meios para medir deslocamentos (59) da referida unidade.

32. Sistema de acordo com a reivindicação 28 caracterizado por apresentar meios para compartilhar dados com outros dispositivos.

33. MÉTODO PARA CALCULAR DESLOCAMENTO ANGULAR DE UM ELEMENTO GIRANDO EM TORNO DE UM EIXO caracterizado por compreender as seguintes ações:

Utilizar informações providas por um dispositivo disposto em uma posição desconhecida (P8, P9) no referido elemento;

Receber do referido dispositivo informações que compreendem:

- medidas de aceleração do referido dispositivo em diferentes eixos; ou

- medidas de velocidade angular do referido dispositivo em diferentes eixos; ou

- medidas de aceleração do referido dispositivo em diferentes eixos e velocidade angular do referido dispositivo em diferentes eixos;

Identificar o eixo de rotação do dispositivo de medição baseado nas informações providas pelos sensores do referido dispositivo.

Calcular o deslocamento angular do dispositivo em relação ao eixo identificado;

34. Método de acordo com a reivindicação 33 caracterizado por:

O referido dispositivos transmitir informações que compreendem:

- acelerações do dispositivo em 3 eixos ortogonais; ou

- velocidade angular do dispositivo em 3 eixos ortogonais; ou

- ambas, acelerações e velocidades angulares em 3 eixos ortogonais;

O método estimar o eixo de rotação do dispositivo como um eixo perpendicular a resultante das acelerações em diferentes eixos providas pelo dispositivo; ou como um eixo paralelo a resultante das velocidades angulares em diferentes eixos providas pelo dispositivo.

35. MÉTODO PARA CONSTRUIR BASE DE DADOS PARA MANOBRAS DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, projetado de modo a construir bases de dados que podem ser utilizados por qualquer dos métodos apresentados em qualquer uma das reivindicações de 1 a 17, caracterizado por compreender as seguintes ações:

Utilizar uma base de dados relativa a cinemática do veículo;

Calcular a trajetória do veículo em através de um programa de computador executando um dos seguintes processos:

a) calcular a trajetória do veículo em função de comandos (36) inseridos pelo usuário e da referida base de dados; apresentar trajetória para o usuário;

b) receber um posicionamento espacial de um conjunto de obstáculos (37); receber uma posição inicial (PI) e uma posição final (PF) do veículo; receber um conjunto de objetivos para realizar uma rotina de otimização, o referido conjunto de objetivos define metas para os deslocamentos realizados pelo veículo com relação a sua posição inicial e com relação a posição do conjunto de obstáculos;

36. DISPOSITIVO DE MEDIÇÃO DE MOVIMENTO caracterizado por compreender:

Um conjunto de sensores que compreende:

- pelo menos dois sensores de aceleração; ou

- pelo menos um sensor giroscópio; ou

- pelo menos um sensor de aceleração e pelo menos um sensor giroscópio; Meios para realizar comunicação sem fio;

Onde todos os elementos apresentados pelo referido dispositivo são confinados em um suporte conforme qualquer uma das reivindicações 43 a 53.

37. Dispositivo de acordo com a reivindicação 36 caracterizado por

apresentar uma unidade de processamento conectada aos sensores disponíveis no referido dispositivo; a referida unidade de processamento que utiliza um método conforme reinvindicações 33 ou 34 para identificar o eixo que o referido dispositivo está girando e calcular os deslocamentos angulares realizados pelo dispositivo relativo ao referido eixo identificado.

38. Dispositivo de acordo com a reivindicação 36 caracterizado por receber adicionalmente pelo menos um sensor de pressão.

39. SENSOR DE VELOCIDADE DE RODA PARA VEÍCULOS

AUTOMOTORES caracterizado por apresentar meios para realizar comunicação sem fio (66).

40. sensor de velocidade de roda conforme reivindicação 39 caracterizado por o sensor de velocidade consistir em sensores de efeito hall.

41 . CABO DE SENSOR DE VELOCIDADE DE RODA PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES, compreendendo um sensor de velocidade (61 ) integrado em um cabo com conectores (63) caracterizado por o referido sensor de velocidade consistir em um sensor conforme reivindicações 39 ou 40.

42. ADAPTADOR PARA CABOS DE SENSOR DE VELOCIDADE DE RODA PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES caracterizado por:

Apresentar meios (67) para se conectar com cabos (70) de sensor de velocidade de roda;

Apresentar meios (63) para compartilhar os dados do referido cabo de sensor de velocidade através de transmissão com fio;

Apresentar meios (66) para compartilhar os dados do referido cabo de sensor de velocidade através de transmissão sem fio.

43. SUPORTE PARA DISPOSITIVO DE MEDIÇÃO DE MOVIMENTO caracterizado por:

Apresentar um invólucro (84) capaz de armazenar dispositivos de medição de movimento (80), onde o referido invólucro apresenta meios para fixação em rodas de veículos automotores ou em qualquer componente que apresente deslocamento angular proporcional ao movimento das referidas rodas;

O referido invólucro sendo construído de forma a minimizar a movimentação do dispositivo de medição no interior do invólucro;

Sendo o referido suporte projetado para, quando instalado em rodas de veículos, resistir os esforços decorrente do movimento do veículo.

44. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por

apresentar, na condição em que o referido suporte armazena um dispositivo de medição de movimento (80), um formato que permita que o referido suporte possa ser utilizado como um parafuso (82, 83) que pode ser utilizado na fixação de rodas de veículos automotores.

45. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por os apresentar meios de fixação em parafusos de fixação de rodas de veículos automotores.

46. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por os apresentar um formato de capa (81 ) para parafusos de fixação de rodas de veículos automotores.

47. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por os apresentar meios para fixação na válvula de pressão de pneus.

48. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por os meios de fixação apresentarem:

Uma abertura (A1 ) de tamanho variável;

A abertura ser projetada de forma a travar em um efeito catraca, podendo ser fechada através de esforço manual sem uso de ferramentas;

A referida abertura se projetada de modo que o seu destravamento seja realizada apenas através da utilização de uma ferramenta (F1 ).

49. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por receber adicionalmente uma base (58) projetada de modo a realizar um fácil acoplamento e desacoplamento com o referido suporte.

50. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por os meios de fixação compreenderem em pelo menos um imã ou pelo menos uma fita adesiva.

51 . Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por apresentar rosca compatível coma a rosca externa de válvulas de pneus.

52. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por:

Apresentar rosca compatível coma a rosca externa de válvulas de pneus; Apresentar uma extensão da válvula, projetada de modo a permitir que o referido pneu seja calibrado através da referida extensão quando o referido suporte estiver instalado na válvula do referido pneu.

53. Suporte de acordo com a reivindicação 43 caracterizado por o referido invólucro ser resistente a líquidos e poeira.